Acompanhe notícias da CECOP e do setor ótico

[CECOP Talks] O crescimento e estratégia de negócios da Ótica Isis em parceria com a CECOP

Débora Kele, junto com seu marido, Tarcio, está à frente da gestão da Ótica Isis desde 2017. A gestora é responsável pelas operações das lojas localizadas no interior de Minas Gerais e, em um bate-papo exclusivo, contou toda a sua trajetória no mercado ótico.

Sobre a parceria com a CECOP, Débora destacou as principais vantagens vistas no dia a dia. “Sabemos que o setor ótico é um ramo muito desafiador e que todos os dias têm algo novo. Sendo associada à CECOP, me vejo mais perto do que é novidade em ótica e isso tem a minha satisfação”. Saiba mais sobre essa parceria!

 

CECOP Brasil: De que forma se deu a criação das Óticas Isis?

Débora Kele: Em 2017, eu era corretora de seguros e meu marido trabalhava nessa mesma área. Surgiu a oportunidade de participarmos de uma feira do Sebrae, em São Paulo, que, embora não tivesse relação direta com óticas, saímos de lá com essa ideia. Meu marido tinha ido ao médico e, pela maneira que fomos tratados e pelo prazo de entrega, vimos a necessidade de ter uma ótica na nossa cidade (Porteirinha – MG).

Ao voltarmos para nossa cidade, meu esposo participou de um curso chamado Bootcamp e, depois disso, a primeira ótica foi construída. Nessa ótica, ele foi a campo e fez uma pesquisa na qual percebeu que a maioria das pessoas da cidade saía somente para comprar os seus óculos. Após isso, fomos amadurecendo a ideia e decidimos abrir a Ótica Isis em 2017.

No começo, enfrentamos muitos desafios e passamos por situações difíceis. Também fizemos parceria com um médico que perdura até hoje. Atualmente, temos lojas espalhadas pelo interior de Minas Gerais: duas óticas em Porteirinha, uma em Jaíba e uma em Rio Pardo de Minas. É apaixonante o ramo, temos uma forte equipe, pois sozinhos não conseguimos nada. É essa a nossa história.

 

C: Como era o cenário na Ótica Isis quando aconteceu a aproximação com a CECOP?

Débora: Conhecemos a CECOP por meio de um representante no Rio de Janeiro. A CECOP teve um fator muito legal para nós que foi conseguir trazer marcas conhecidas, como a Ray-Ban, para dentro da nossa loja. Na época, fomos muito atacados por óticas concorrentes e por outros profissionais, o que dificultava nosso acesso ao mercado. Já tínhamos a loja há um tempo e a CECOP nos ajudou muito e, inclusive, hoje, somos clientes A do grupo Luxottica. Passamos por muitas dificuldades, a CECOP nos defendeu e nos ajudou muito. Temos essa eterna gratidão.

 

C: Quais são os principais benefícios que enxergam desta parceria com a CECOP?

Débora: Um dos principais benefícios é poder estar por dentro do que o mercado oferece. Sabemos que o setor ótico é um ramo muito desafiador e que todos os dias têm algo novo, uma lente nova, por exemplo, ou algo diferente. Sendo associada à CECOP, me vejo mais perto do que é novidade em ótica e isso tem a minha satisfação.

A questão dos descontos nas representações e condições de pagamentos diferenciadas também é muito positiva. Além disso, tem os treinamentos da equipe, que não estamos usando ainda, mas vamos implementar, para formalizar o nosso time de vendas e deixar todos bem-preparados para o dia a dia.

 

C: Sobre os treinamentos, no ponto de vista da Ótica Isis, qual é a importância de capacitar os vendedores?

Débora: Para nós, hoje, é o ponto principal, porque é um ramo muito competitivo em que tem os donos de loja que querem trabalhar, mas têm pessoas que estão entrando só para bagunçar o mercado. Aqui em Porteirinha nós vendemos os produtos no preço que tem que ser, mas sempre formando muito bem a minha equipe, pois o produto, muitas vezes, é o mesmo. Então, o diferencial é o atendimento e o relacionamento com o cliente.

 

C: Como seria o cenário nas lojas caso vocês não tivessem essa liberdade na gestão e fossem atrelados a alguma rede, por exemplo?

Débora: É algo que eu nem imagino. Dúvidas surgem diariamente, mas a CECOP está aí para nos auxiliar em qualquer situação. Essa questão de ser preso a alguma rede é algo que eu não penso e não funcionaria para o nosso modelo de negócio.

 

C: Para os próximos meses, quais são as expectativas da Ótica Isis em relação aos negócios?

Débora: A intenção é de crescimento, de gerar emprego e ter mais pessoas apaixonadas pelo ramo ótico. Temos uma terceira ótica na cidade de Porteirinha sendo estruturada, que é um projeto para 2022. Algo bacana que aconteceu recentemente é que um médico nos procurou para abrirmos uma loja ao lado do consultório dele.

É aquilo de fazer sempre o certo e o retorno será uma consequência. Trabalhamos da forma correta e, hoje, esses profissionais veem que somos parceiros deles e vamos somar muito. Estamos no ritmo para abrir essa loja em 2022.

Comentários

Posts Relacionados

Inscreva-se para receber nossos conteúdos