Acompanhe notícias da CECOP e do setor ótico

Governo

Varejo solicita mais tempo de funcionamento

Empresários do varejo negociam a possibilidade da mudança de fase no plano de retomada para São Paulo. A cidade se encontra na fase laranja, que estabelece que o comércio pode ficar aberto por quatro horas diárias, e a tentativa é de avançar para a fase amarela, que permite a abertura de lojas por seis horas ao dia.

No último seminário virtual, realizado na segunda-feira (15), estavam presentes empresários do setor e vereadores da capital. Foram cobradas também mais medidas por parte do governo para fiscalizar aglomerações no comércio de rua.

De acordo com os varejistas, o grande volume de pessoas em pouco tempo de funcionamento pode até piorar a situação, levando a capital a regredir da atual fase laranja para vermelha, o que levaria as lojas a fecharem novamente. Mas, caso seja permitida a abertura por seis horas, o fluxo será mais diluído, diminuindo aglomerações e filas em frente aos estabelecimentos.

Além disso, as quatro horas de funcionamento não são suficientes para cobrir os custos de operação. Em entrevista ao Valor Econômico, Jae Lee, da Associação Brasileira de Franchising (ABF), disse que os lojistas esperavam uma parada de 30 dias e não por 90 dias, o que está sufocando os empresários. “Lojas pequenas seguram uma queda de 20% a 25%, mas não de 70%”, disse.

Fonte: Valor Econômico

 

 

Comentários

Posts Relacionados