Acompanhe notícias da CECOP e do setor ótico

4 dicas para otimizar o estoque e aprimorar a logística da sua ótica

Talvez você não saiba, mas o fator primordial para o sucesso das vendas da sua ótica está diretamente ligado à gestão do seu estoque.  A importância de saber administrá-lo não se resume ao conhecimento da entrada e saída de mercadorias, pois ao contrário do que se pensa, gerenciá-lo de maneira eficaz contribui significativamente para o capital de giro da sua empresa, ou seja, impacta diretamente em seu controle financeiro.

O monitoramento de estoque é a ação habitual de acompanhar a quantidade de produtos que a ótica tem e quais estão disponíveis tanto para a venda quanto para o uso interno. O controle é aplicado a todos os itens destinados ao setor comercial e ao setor de produção ou manutenção. Esse acompanhamento é vital para o cumprimento de metas em vendas, para a elaboração de estratégias de marketing e para a mensuração da saúde financeira do estabelecimento.

Esse é o momento de manter-se atento ao giro de estoque e analisar o comportamento de consumo de seus clientes, para adaptar os seus esforços de maneira assertiva e ágil. Uma boa gestão inclui o equilíbrio de compras, armazenamento e entregas, juntamente da movimentação do ciclo da mercadoria.

Para te auxiliar no controle efetivo do seu estoque, elaboramos algumas dicas que te ajudarão no dia a dia e simplificação os processos. Acompanhe a leitura e saiba mais!

 

1 – Se organize e analise o giro de estoque frequentemente

O giro de estoque é um dos indicadores de desempenho mais valiosos para a logística, portanto, para que ele opere corretamente, é necessário ter atenção a todos os quesitos que podem contribuir positivamente ou negativamente para a velocidade do giro, como: a organização do estoque, o volume de compras, a exposição dos produtos, promoções e condições especiais, o atendimento, o pós-venda e a entrega.

Ordem é a palavra-chave para o sucesso do seu negócio. O primeiro passo é manter todos os produtos da sua ótica em um lugar fixo, dispondo-os de maneira lógica para que qualquer colaborador encontre o que esteja procurando e retire a peça com facilidade para entrega-la ao cliente. Caso tenham modelos ou marcas que sejam mais procuradas e vendidas, deixe-as em evidência para serem facilmente alcançadas.

Desta forma, todo o fluxo de funcionamento, o processo de venda e a reposição serão mais eficientes, além disso, evita que o funcionário tenha que “caçar” um determinado produto em meio a tantos outros, diminuindo também o tempo de espera do cliente.

 

2 – Mantenha o controle

Parece óbvio, mas monitorar tudo o que acontece no estoque da sua ótica é essencial. Se um produto é vendido, ele precisa ser registrado, bem como se um novo item chega, também. Esse processo deve ser sistematizado através de normas de entrada e saída, para que você estabeleça um controle físico e financeiro, visando quantificar a disponibilidade de produtos e qualificar cada um deles.

Uma tabela personalizada com todos os itens armazenados, a quantidade, seus respectivos preços, categorias e utilização fazem parte do inventário que também permite a previsão do que faltará ou sobrará, conhecer as preferências do seu consumidor, planejar-se com antecedência e, consequentemente, evitar prejuízos.

Estabeleça um período de tempo para você conferir se o sistema está funcionando corretamente e se os números registrados condizem com a realidade do seu negócio. Caso não esteja, você precisará analisar e compreender o que há de errado para tomar a melhor decisão a fim de corrigir e solucionar os problemas.

 

3 – Curva ABC

A ferramenta conhecida como Curva ABC é baseada no princípio de que, normalmente, 80% das consequências são diretamente influenciadas por só 20% das causas. Essa classificação tem por objetivo identificar os itens que provocam maior efeito nos resultados da sua ótica a partir de indicadores como: lucratividade, rentabilidade, giro de estoque e faturamento.

Aplicando este método, o gestor poderá calcular o giro de seus produtos e melhorar a estratégia de compras, diminuindo a pressão sobre o capital de giro e reconhecendo o consumo médio de materiais, o que diminui prejuízos ou carências.

 

4 – Treine sua equipe e modernize os processos

Certamente, para que tudo ocorra bem, ter uma equipe capacitada e bem preparada é um diferencial que você precisar ter. A colaboração de todos faz com que o seu negócio seja competitivo, sustentável e conquiste a preferência dos seus clientes. Para isso, todos precisam estar munidos de tecnologias e soluções que auxiliem e contribuam para um trabalho eficaz, portanto, automatizar o seu estoque é uma ótima alternativa tanto para você quanto para seus funcionários.

Uma planilha ou um sistema de gestão podem fornecer relatórios e informações precisas de maneira rápida e prática. Com apenas alguns cliques, você terá embasamento suficiente para tomar decisões estratégicas.

Seguindo essas dicas, você terá um estoque totalmente aprimorado e que atenderá as demandas do seu negócio.

 

Que tal complementar a leitura e conhecer os 5 principais segredos das óticas de sucesso? Você poderá fazer o download gratuito do conteúdo com dicas valiosas sobre o mercado ótico, tendências para o setor, estratégias digitais e muito mais.

Fique por dentro também de nossas redes sociais, nossos canais oficiais são: Site | Facebook | Instagram | LinkedIn

 

Comentários

Posts Relacionados

Inscreva-se para receber nossos conteúdos